Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Mulheres do campo, da floresta e das águas > Serviços e Políticas Públicas

Serviços e Políticas Públicas

por Admin publicado 01/12/2015 08h14, última modificação 01/12/2015 08h53

As mulheres do Campo, da Floresta e das Águas vivenciam as desigualdades de gênero de um modo particular, atrelado a uma série de outras desigualdades já reconhecidas historicamente quando se compara a população rural à urbana. Neste sentido, a precariedade das condições de vida das mulheres do campo está associada às más condições de subsistência e acesso a políticas públicas nas zonas rurais, principalmente nas regiões mais pobres país. O acesso a recursos básicos de infraestrutura como água, esgotamento sanitário, energia elétrica e coleta de lixo, por exemplo, é um aspecto importante que caracteriza a qualidade de vida das mulheres na zona rural. Embora estes fatores afetem a população como um todo, são as mulheres as mais prejudicadas, visto que a moradia é um dos espaços mais importantes do trabalho realizado por elas.

Levar serviços públicos às regiões mais longínquas do interior do país, que promovam a melhoria nas condições de vida e a autonomia das mulheres é um dos grandes desafios do Estado. Muitas das reivindicações mais antigas das mulheres agricultoras estão sendo ouvidas e se transformando em políticas públicas que hoje compõem uma rede de serviços de atendimento às mulheres. Veja a seguir os principais serviços e políticas públicas disponíveis para as mulheres do campo, da floresta e das águas, agrupados em grandes temas que tem sido alvo de reivindicações históricas dos movimentos de mulheres: a atenção à saúde, educação, acesso à documentação civil e trabalhista, à alimentação de qualidade, o acesso à terra, à assistência técnica e ao crédito para a produção, e à previdência social, além do enfrentamento à violência contra a mulher.