Você está aqui: Página Inicial > Notícias > SPM e FUNAI trabalham em projetos de empoderamento das mulheres indígenas

Notícias

SPM e FUNAI trabalham em projetos de empoderamento das mulheres indígenas

por publicado: 31/08/2017 10h57 última modificação: 31/08/2017 12h48

A secretária de Políticas do Trabalho e Autonomia Econômica das Mulheres, Aparecida Moura, esteve reunida, na última sexta-feira (25), com a coordenadora-geral de Promoção e Cidadania e Gênero, Léia do Vale Rodrigues e o representante da sub-comissão de cultura, Hélcio Rizzi, ambos da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), para discutir a retomada das ações conjuntas voltadas as mulheres indígenas. Um dos projetos é fortalecer o “Espaço Nacional do Diálogo com as Mulheres Indígenas”.

Segundo a secretária Aparecida Moura, esse é um ambiente de escuta das mulheres indígenas, onde são abordados assuntos como a saúde da mulher indígena, Lei Maria da Penha e violência à mulher.

“Estamos trabalhando para retomar esse projeto e ampliá-lo, para atender o maior número de comunidades indígenas em todo o país”, disse.

Outra pauta discutida foi a extensão do projeto “Promotoras Legais Populares” às mulheres indígenas. O Promotora Legal Popular é um projeto de iniciativa popular que trabalha na formação de mulheres para divulgar os direitos e o acesso à justiça. Elas prestam orientação, aconselhamento e promovem a função instrumental do direito no dia a dia das mulheres, com intervenções individuais ou coletivas.

Nessa construção entre a SPM e a Funai, lideranças nas comunidades indígenas serão capacitadas para orientar na busca por direitos, cidadania e justiça; no combate a todas as formas de discriminações e no empoderamento de outras mulheres.

Em novembro, deverá acontecer também, em Brasília, o Seminário do Espaço Nacional do Diálogo com as Mulheres Indígenas. O encontro deve reunir lideranças para construir ações de articulação, qualificação e promover a participação das mulheres indígenas.

 

Foto: Agência Brasil